John Galliano Parlez-Moi d'Amour, Eau de Parfum para mulheres 30 ml | notino.pt

John Galliano Parlez-Moi d'Amour

Eau de Parfum para mulheres 80 ml

John Galliano Parlez-Moi d'Amour Eau de Parfum para mulheres 80 ml
John Galliano Parlez-Moi d'Amour Eau de Parfum para mulheres 80 ml
John Galliano Parlez-Moi d'Amour Eau de Parfum para mulheres 80 ml
John Galliano Parlez-Moi d'Amour Eau de Parfum para mulheres 80 ml
John Galliano Parlez-Moi d'Amour Eau de Parfum para mulheres 80 ml
John Galliano Parlez-Moi d'Amour Eau de Parfum para mulheres 80 ml
80 ml
24,79

Código: JGA0096 | Mais de 20 unid. em stock

O produto pode ter uma embalagem diferente da apresentada na imagem.

un.
SEUR
terça-feira, 21/08/2018

Descrição do perfume John Galliano Parlez-Moi d'Amour

O eau de parfum John Galliano Parlez-Moi d'Amour exprime o otimismo e a sensação de felicidade absoluta. Deixe-se levar pela fragrância que lhe garante uma ótima disposição ao longo do dia!

  • fragrância frutada
  • para a mulher romântica
  • em especial para o tempo quente

Composição

Base
baunilha, patchouli, vetiver
Cabeça
framboesa, mirtilo, tangerina
Corpo
jasmim, lavanda, rosa
Tipo de fragrância
floral, frutado

Sobre a marca John Galliano

John Charles Galliano nasceu em Gibraltar em 1960 numa família de católicos rigorosos. Em 1966 toda a família emigrou para Inglaterra e estabeleceu-se na zona sul de Londres. John Galliano frequentou a escola secundária Wilson e depois começou a estudar design de moda no Central Saint Martins College of Art and Design. Formou-se com honras e a sua primeira edição, Les Incroyables, inspirada na Revolução Francesa, foi um sucesso imediato e foi comprada pela butique Browns.
Galliano fundou a sua própria marca por volta de 1988 e os seus investidores aconselham-no a transferir a sede para Paris, o que não foi feito. Por fim evita a bancarrota por um triz e só em 1990 é que se muda para Paris, quando resolve deixar a sua vida pacata em Londres.
Com a ajuda de Amy Wintour e mais alguns investidores, Galliano volta ao ativo. Em 1995 ingressa na Givenchy como projetista e crítico e após quinze meses transfere-se para a Dior. Na Dior trabalhou durante 15 anos até 2011, quando o acusaram de cometer crimes de motivação racial. Foi considerado culpado e condenado.
Ele entrou no mundo dos perfumes em 2008, quando lançou o seu primeiro produto: John Galliano John Galliano. Este perfume foi frequentemente considerado místico ou «gótico». Outra fragrância sua é Parlez-Moi d'Amour, com toques de mirtilo e rosa. Trabalhou com Christine Nagel, Auréliene Guichardem e Alineor Massenet na criação de perfumes.

Menu