Guia completo de esfoliantes faciais: qual escolher?

os melhores peelings

Cada mulher deseja ter uma pele suave como seda e impecável como uma boneca. No entanto, a pele muda à medida que envelhecemos e por causa das alterações hormonais e inúmeras agressões externas, perde a capacidade de produzir novas células cutâneas e remover as antigas. Não se preocupe, há uma solução: esfoliação facial frequentes. Selecionámos oito esfoliantes mecânicos, químicos e enzimáticos maravilhosos. Consulte as suas caraterísticas e opte pelo melhor para si.

Que esfoliante é melhor para o seu tipo de pele?

Uma esfoliação frequente faz bem a cada tipo de pele, incluindo a mais sensível. Todavia, é necessário escolher o produto certo para satisfazer as necessidades da pele. Não utilize apenas um esfoliante, alterne-os de acordo com o estado da pele ou a estação do ano. Ou seja, opte sempre pelo cuidado feito à medida da pele.

Para facilitar a escolha, vamos apresentar as vantagens dos três tipos de esfoliantes faciais. Além disso, selecionámos os oito melhores esfoliantes para rosto que satisfazem todos os tipos de pele.

O «scrub» é adequado para esfoliar o rosto?

Os «scrubs» são esfoliantes mecânicos com consistência em gel ou em creme que contêm partículas pequenas. Estas partículas suavizam a pele de tal maneira que removem mecanicamente as células cutâneas mortas da pele. Servem bem para substituir esfoliantes químicos e enzimáticos de vez em quando. Ao utilizar o «scrub», é preciso ter cuidado e não fazer grande pressão sobre a pele. Deixe as partículas esfoliá-la suavemente.

A nossa DICA: os esfoliantes mecânicos são adequados também para esfoliar o pescoço. Quem deseja ter uma pele suave como sede, deve utilizar um esfoliante uma ou duas vezes por semana.

4 «scrubs» perfeitos para o rosto

O esfoliante suave em gel Payot Les Démaquillantes remove as células cutâneas mortas através de sementes de framboesa, limpando a pele em profundidade.

O esfoliante delicado para rosto Saffee Cleansing Melting Jelly Scrub contém cristais de açúcar numa base oleosa. Após a esfoliação, a pele fica limpa, mas não ressequida. O esqualano na composição, por sua vez, hidrata e suaviza.

A fórmula do esfoliante alisador para pele sensível Lancôme Rose Sugar Scrub contém água de rosa calmante e mel nutritivo. Após a esfoliação, a pele fica perfeitamente limpa e hidratada. Além disso, o esfoliante ultra suave hipoalergénico La Roche-Posay Physiologique é ótimo para pele sensível. Os seus componentes ativos são partículas pequenas de pedra-pomes, glicerina e perlite.

Quando deve optar por um esfoliante químico?

Os esfoliantes químicos são os mais fortes. São ótimos para quem deseja combater linhas suaves, pele flácida, poros dilatados, pigmentação ou cicatrizes causadas pela acne. Contendo AHA, BHA ou uma combinação destes ácidos, atuam na profundidade da pele.

3 esfoliantes químicos maravilhosos

Gostaria de ter uma pele iluminada? Experimente o esfoliante químico vegano Revolution Skincare 30% AHA + BHA Peeling Solution. Contém o ácido AHA que reduz as rugas e o ácido BHA que penetra nos poros e limpa-os na profundidade.

Um outro produto poderoso é o esfoliante de um passo NeoStrata Resurface que alisa e suaviza a pele, fechando os poros dilatados. Todavia, se prefere

a aplicação através de discos de algodão, experimente o Perricone MD No:Rinse que refirma os contornos e renova a elasticidade da pele.

Um esfoliante enzimático não é mais conveniente?

Se não quer utilizar esfoliantes químicos, opte por esfoliantes com enzimas de ananás, papaia, romã ou outra fruta. As enzimas não penetram na profundidade da pele como os ácidos AHA ou BHA, mas os resultados são visíveis de imediato.

Dica para um esfoliante enzimático fantástico

A Grown Alchemist Cleanse contém um complexo eficaz de aminoácidos que renova as células cutâneas. Além disso, o figo na composição nutre e amolece a pele. O produto é adequado também para pele ultra sensível e pode ser aplicado na pele delicada do contorno dos olhos.

Quantas vezes por semana deve esfoliar o rosto?

A regra principal é uma ou duas vezes por semana. Se tem pele sensível, não ultrapasse esta recomendação. Se tem pele mais resistente, pode esfoliá-la mais vezes por semana.

A nossa DICA: por vezes, substitua o esfoliante que costuma aplicar por outro para que a pele não se habitue aos seus efeitos.

Qual é o seu tipo de esfoliante preferido e que produto recomenda? Partilhe connosco nos comentários.

Autora: Helena Sousa